Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Delírio do Moscardo

"devagar, o tempo transforma tudo em tempo. o ódio transforma-se em tempo, o amor transforma-se em tempo, a dor transforma-se em tempo." José Luís Peixoto

Delírio do Moscardo

"devagar, o tempo transforma tudo em tempo. o ódio transforma-se em tempo, o amor transforma-se em tempo, a dor transforma-se em tempo." José Luís Peixoto

23.Jun.12

Superclasse

   Ao ver o fascinante Cosmopolis, de Cronenberg, não pude deixar de recordar o livro Superclasse. Neste, David Rothkopf, faz um relato da elite composta por algumas centenas de pessoas que, através de um poder em muito casos desmesurado, têm influência para alterar, por vezes de forma destrutiva, a vida de milhões.

A realidade é que o valor líquido acumulado das cerca de mil pessoas mais ricas do mundo - os bilionários que existem no nosso planeta - é quase o dobro do valor líquido dos cerca de 2,5 mil milhões de pessoas mais pobres de todo o mundo. A raça humana pode ter feito progressos enormes ao longo dos séculos, mas estas disparidades são uma acusação directa à nossa civilização. E acredito que também são uma ameaça à própria estabilidade da nossa civilização.

(…)

Quem dará o passo para que as coisas mudem, desta vez? Que forma terá essa iniciativa? As actuais elites voltarão a ser depostas por outras elites, agindo em nome do povo mas representando, na realidade, os seus próprios interesses mais restritos? Ou o progresso acabará por oferecer uma prova duradoura de que a verdadeira estabilidade assenta no equilíbrio: entre a liberdade e a justiça, entre o crescimento e a igualdade, entre o mercado e o Estado e entre o punhado que lidera e os outros, nós todos, de quem deve emanar a legitimidade do líderes?

David Rothkopf, Superclasse