Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Delírio do Moscardo

"devagar, o tempo transforma tudo em tempo. o ódio transforma-se em tempo, o amor transforma-se em tempo, a dor transforma-se em tempo." José Luís Peixoto

Delírio do Moscardo

"devagar, o tempo transforma tudo em tempo. o ódio transforma-se em tempo, o amor transforma-se em tempo, a dor transforma-se em tempo." José Luís Peixoto

23.Jul.12

As Palavras do Bispo

   D. Januário Torgal Ferreira foi fiel ao seu estilo, na entrevista que deu. O problema foi o método utilizado. Ao abordar a questão duma forma genérica, afirmando que este governo é profundamente corrupto, que conclusões podemos tirar do seu discurso? Todos os elementos do governo são corruptos? Só alguns? Quais são? Estamos a falar de 1 primeiro-ministro, 11 ministros, e 35 secretários de estado. Há, subjacente, um certo de radicalismo nas palavras do bispo que deve ser evitado: pelo cargo que ocupa, pela falta de concretização das acusações e por uma certa desculpabilização do governo anterior, que muito contribuiu para o estado actual do país e para a eleição deste executivo. A crítica política não deve ser baseada em acusações espontâneas. Caso contrário, torna-se banal e inconsequente.