"devagar, o tempo transforma tudo em tempo. o ódio transforma-se em tempo, o amor transforma-se em tempo, a dor transforma-se em tempo." José Luís Peixoto
18
Jan 15
publicado por Moscardo, às 12:00link do post | comentar

 

 

 


16
Jan 15
publicado por Moscardo, às 13:00link do post | comentar

 

     Tenho um amigo que diz que o tema recorrente nos filmes do Manoel de Oliveira é o desespero. Ou pelo menos é o que sente quando os vê. Bem, reconheçamos que aqueles planos longos e estáticos não são para todos os espectadores. Mas, caramba, se aquele Gebo não é o retrato mais perfeito do soturno povo português? Aquele povo português conformista, acabrunhado, desesperançado, envolvido inextricavelmente na penumbra, na sombra. Aquele povo que acusam de ser ladrão - ou que andou a viver acima das duas possibilidades - e aceita... derrotado.

 

image_192.jpeg

 


mais sobre mim
Janeiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


pesquisar neste blog
 
Sitemeter
Google Analytics
subscrever feeds
blogs SAPO