"devagar, o tempo transforma tudo em tempo. o ódio transforma-se em tempo, o amor transforma-se em tempo, a dor transforma-se em tempo." José Luís Peixoto
27
Abr 13
publicado por Moscardo, às 23:00link do post | comentar

 

Esta noite não acaba...

 

Em cada momento relembro,
Em cada momento olvido
Sinto os teus lábios, a tua pele na minha
Dor diluída em tempo
Brilho imbuído em sombra...

 

Pulas incerta em vagões de silêncio
Crepúsculo único de várias ilusões
Persigo os teus murmúrios sem cessar
Pois se na tua ausência sigo dormente...

 

Mas a ti nunca te encontro
Pois em ti própria tanto mudas
Deusa de mil desejos e rostos
Tanto és céu como lua fugidia...

 

Esta noite não acaba,

Esta noite não termina...

 

 


mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26

28
29
30


pesquisar neste blog
 
Sitemeter
Google Analytics
blogs SAPO