Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Delírio do Moscardo

"devagar, o tempo transforma tudo em tempo. o ódio transforma-se em tempo, o amor transforma-se em tempo, a dor transforma-se em tempo." José Luís Peixoto

Delírio do Moscardo

"devagar, o tempo transforma tudo em tempo. o ódio transforma-se em tempo, o amor transforma-se em tempo, a dor transforma-se em tempo." José Luís Peixoto

05.Jul.12

Novo Código do Trabalho

 

   O novo código do trabalho deverá entrar em vigor em Agosto. Espera-se que reduza o desemprego para níveis próximos do zero, impulsionando o crescimento económico para valores não vistos desde os Descobrimentos. Medidas como facilitar os despedimentos (por exemplo, passa a ser possível despedir alguém que se constipe, uma vez que apresenta "riscos para a segurança e saúde de outros trabalhadores ou terceiros"), eliminação de feriados (a comemoração de eventos históricos, por mais importantes que tenham sido, não se coadunam com as exigências do mundo contemporâneo), ou as reduções nas compensações do trabalho suplementar são alterações que só podem dar certo. Fica ainda espaço de manobra para aumentar a carga laboral semanal (o banco de horas permite 50 horas, mas uma semana tem 120) e eliminar alguns fins-de-semana.

 

   Depois de uma grave crise financeira, a maior ironia de todas é termos um governo ultra-liberal. As medidas impostas pela troika caíram-lhes do céu. Os mercados tomarão conta de nós. Como tão bem o fizeram no passado.