"devagar, o tempo transforma tudo em tempo. o ódio transforma-se em tempo, o amor transforma-se em tempo, a dor transforma-se em tempo." José Luís Peixoto
09
Jun 17
publicado por Moscardo, às 22:00link do post | comentar

 

Nesta noite fria e brusca,
Fértil em medo e desespero,
Solto uma lágrima exasperada,
Farta de censura e degredo.

 

Que alma torturada,
Que desalento...
Pisam-se flores,
Rasgam-se sonhos,
Quebram-se esperanças...

 

Onde está o amor,
Nesta noite fria e brusca?

 

tags:

mais sobre mim
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9



29
30


pesquisar neste blog
 
Sitemeter
Google Analytics
blogs SAPO