"devagar, o tempo transforma tudo em tempo. o ódio transforma-se em tempo, o amor transforma-se em tempo, a dor transforma-se em tempo." José Luís Peixoto
11
Jul 12
publicado por Moscardo, às 23:07link do post | comentar

   Pois, neste século do dinheiro, em que este é o deus e a medida de todas as coisas, uma quantidade de artes frívolas aplica-se apenas a manter o luxo e os desregramentos. (...) Eis por que, quando considero e observo as mais florescentes repúblicas de hoje, não vejo nelas, assim Deus me perdoe!, senão uma conspiração dos ricos, que realizam o melhor possível os seus negócios acobertados sob o nome e faustoso título de república. Conjurando-se, procuram, usando de todas as habilidades e artimanhas, atingir um duplo fim. Em primeiro lugar, garantir-se a posse certa e indefinida de uma fortuna mais ou menos mal adquirida; em segundo lugar, abusar da miséria dos pobres, abusar das suas pessoas e comprar-lhes pelo mais baixo preço possível o engenho e o trabalho.

 

Thomas More, A Utopia

 


mais sobre mim
Maio 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25

27
28
29
30
31


posts recentes
pesquisar neste blog
 
Sitemeter
Google Analytics
blogs SAPO